Sete lugares pertinho de Lisboa que você tem que conhecer!

Quase sempre quando visitamos um país, dedicamos bastante tempo à capital e a outras cidades famosas e que são mais badaladas pelos veículos de comunicação e agentes de viagem. Muitas vezes deixamos de conhecer lugares que seriam, como posso dizer? A cereja do bolo??

Mas e se eu te disser que pertinho de Lisboa tem lugares que você deve conhecer e que vão te surpreender?? Embarque comigo nesta viagem pelos arredores da capital portuguesa e conheça SEIS dos meus lugares favoritos (e não muito cheios) na região de Lisboa.

Azenhas do Mar

Eu acho esta pequena e bucólica aldeia linda, construída em uma baía, o lugar ideal para beber um café apreciando a vista. Infelizmente não moro lá, mas uma parada para avistar a piscina oceânica e as casinhas brancas no topo das montanhas, quase à beira do precipício, é uma lufada de ar fresco que limpa nossa mente pois somos apresentados à beleza.

Bom, devaneios à parte, as Azenhas do Mar foi o local de férias do rei D. Carlos, da sua mulher Dª. Amélia e da mãe, Dª. Maria Pia. Em 1927, foi construída a Escola Primária, que serviu de modelo aos edifícios das escolas primárias do Estado Novo.

A bela aldeia de Azenhas do Mar

A vila faz parte de Colares, região vinícola demarcada desde 1908, caracterizada pelas vinhas em chão de areia. Antes era conhecida pelo número de azenhas – algumas ainda à vista de todos – que por ali existiam. Não se pode deixar de parar no miradouro, ao sul, e fazer aquela foto que muitos conhecem: da praia e piscina oceânica lá em baixo e do casario branco que parece que vai cair mar adentro.

Castelo de Palmela

Com uma vista espetacular da cidade de Setúbal e de boa parte da Península de Tróia, o Castelo de Palmela teve função de defesa, além da religiosa. A cidade de Palmela está localizada num dos contrafortes da Serra da Arrábida, e se desenvolveu por causa do castelo construído no ponto mais alto da montanha, de onde se avista toda a região que se estende entre os rios Sado e Tejo, avistando-se ainda a Serra de Sintra bem ao longe.

O belo Castelo de Palmela

Um miradouro espetacular, de tirar mesmo o fôlego, é um dos mais bonitos da região. Palmela foi reconquistada aos Mouros pelo primeiro Rei de Portugal, D. Afonso Henriques, no século XII com a ajuda dos Cavaleiros da Ordem de Santiago de Espada, que recompensou doando-lhe estas terras para povoamento e defesa. No século XV foi fundado um convento no interior do Castelo de Palmela onde também foram construídas igrejas e habitações.

Passa-se um tempo bastante agradável no local, há um café e ainda lojas com lembranças de viagem. Há duas igrejas, uma em ruínas e outra com uma fachada imponente! O que vale mesmo é beber um café (ok, mais um, mas pode ser outra coisa) e apreciar a vista que o local oferece.

Palácio e Convento de Mafra

A cidade de Mafra, distante pouco mais de 30 quilômetros de Lisboa, é conhecida pela produção hortícola além de abrigar o imponente palácio-convento, nada mais nada menos do que o maior edifício português, construído no séc. XVIII por ordem de D. João V. Era para ser uma obra pequena, mas se tornou um convento que abrigou 300 religiosos.

Toda a imponência do Palácio e Convento de Mafra

O Palácio e Convento de Mafra é tão grandioso, que além do convento para 300 frades, inclui uma basílica e um palácio real com 666 divisões (isso mesmo: 666 divisões), num tempo bastante curto (pelo tamanho do prédio) entre 1717 e 1730. Ele tem o maior corredor pedonal palaciano da Europa, com mais de 230 metros de cumprimento. Além disso tem farmácia, hospital, 28 jardins internos e muitos, mas muitos quartos. A sala de caça é espetacular!!!!

Mas não é tudo: dentro do palácio, a sua famosa biblioteca, em estilo rococó, com mais de 30 mil livros raros e originais, com capa de couro e cuidadosamente conservados, é famosa sozinha. Ela é tão imponente quanto o palácio: são 88 metros de cumprimento, 13 metros de altura e 9,5 metros de largura. Não à toa que é considerada uma das 25 bibliotecas mais bonitas do mundo. E eu mais do que concordo!!

Cabo da Roca

E que tal conhecer o ponto mais ocidental da Europa Continental, o Cabo da Roca? Aqui é onde acaba o mar e começa a Europa. Com falésias de quase 150 metros de altura, o lugar é lindo, mas fica a dica: leve casaco, mesmo quando estiver quente. No Cabo da Roca venta muito, quase ao ponto de não se parar em pé (no inverno). Daqui podemos ver a bela Serra de Sintra e no horizonte o Oceano Atlântico.

O farol do Cabo da Roca

No local há um posto de turismo e um café e loja de presentes (mas, sinceramente, não recomendo, pois o preço é alto e o atendimento fica a desejar). Se contente em contemplar as belas formações rochosas, o horizonte marítimo e a natureza do local.

Serra da Arrábida

Para a conhecer temos de atravessar o Rio Tejo. A bela serra está situada dentro de um parque nacional – o Parque Natural da Serra da Arrábida. Com estradas corcoveando as montanhas, o que vemos é pura beleza: o mar e as belas praias bem lá em baixo e em outro ponto, a Península de Tróia, e ao longe a famosa praia da Comporta.

A vista que temos de um dos miradouros na estrada

A Península de Tróia é conhecida, para além da sua beleza, pela presença constante de golfinhos. Vale muito a pena percorrer essas montanhas e sair de Lisboa por uma das pontes (25 de Abril e Vasco da Gama) e voltar pela outra. Assim a volta fica completa.

Ericeira

Conhecida vila de pescadores, a Ericeira mudou bastante nos últimos anos, mas manteve sua essência de vila piscatória: as casas são brancas e azuis e o governo local está fazendo um bom trabalho na preservação e restauro da vila. Situada a cerca de 50 quilômetros de Lisboa, numa zona de fácil acesso, as suas praias são muito concorridas durante o verão, sendo consideradas das melhores a nível europeu para a prática de surf. Tanto, que aqui acontece uma das etapas do mundial de surf e inclusive, é comum ver crianças tendo aulas de surf, além de dezenas de lojas voltadas a esse público.

Uma das ruelas da vila de Ericeira

Um passeio pela praia da Ericeira é também uma excelente oportunidade para saborear os variados pratos de marisco e peixe fresco, especialidade gastronômica da região. Vale muito a pena conhecer essa bela praia e centro histórico preservado pertinho da capital.

E o bom é que nós, do Portugal Afora, podemos te levar em todos esses lugares, que fazem parte dos nossos roteiros de passeios. Agende o seu!

Role para cima